[ editar artigo]

UGC? É de comer?

UGC? É de comer?

Uma escola pequena. Um modelo nada tradicional de ensino. Um desejo de crescimento. E, uma imensidão de oportunidades a serem exploradas. O que isso tudo tem a ver com o curso “Social Media Exponencial”? Tudo!

A escola Quintal da Mantiqueira, em Taubaté-SP, é uma extensão das nossas casas. Nós, pais e professores, nos organizamos em comissões e gerenciamos todos os processos da escola. Inclusive, a gestão dos perfis nas mídias sociais. Somos uma associação, uma comunidade, uma família. Inspirado na Pedagogia Waldorf, nosso propósito é atuar na formação integral e saudável da criança com um olhar profundo para a antropologia humana e único para cada ser.

Cada família que escolhe a escola, o faz porque acredita e vive esse modelo. Eureka! Temos um conteúdo que não sabíamos que era precioso: potenciais UGC (User Generated Content), que, nada mais é do que a experiência compartilhada pelo usuário. A grosso modo, podemos dizer que é uma versão tecnológica do famoso “boca a boca”.

Uma pesquisa realizada pela Stackla ― plataforma de descoberta e gestão de conteúdo gerado pelo usuário ― aponta o fato de que o UGC tem 9.8x mais chances de afetar as decisões de compra das pessoas do que o conteúdo dos influenciadores. A mesma pesquisa demonstra que 90% dos consumidores colocam autenticidade como um fator importante na hora de decidir qual marca apoiar.

O Quintal tem tudo isso: um ambiente autêntico e “clientes” satisfeitos. Temos, ainda, outro quesito importante: a sensação de pertencimento, algo tão buscando por nós, seres humanos, enquanto consumidores.

Nesse nicho de Educação Infantil, as avaliações tem um peso ainda maior. A opinião de outras mães conta – e muito! – na decisão de matrícula. Ora, se nós mães temos convicção de que o Quintal é incrível, por que não usarmos nossos depoimentos para alcançar mais alunos? Conteúdo não nos falta. Nossa meta, agora, é levar nosso modelo de escola para mais e mais pessoas.

Um social media exponencial é aquele que consegue transformar clientes em promotores de marca. É fácil? Claro que não. É preciso conhecer sua Brand Persona e Buyer Persona, ter estratégias bem definidas e muito planejamento de conteúdo. Cópias prontas, modelos pré definidos ou táticas infalíveis podem não funcionar em todos os casos. O que vale mesmo é uma mistura de intuição e mão na massa.

Ler conteúdo completo
Indicados para você