[ editar artigo]

Rede Social não é Vitrine de Loja!

Rede Social não é Vitrine de Loja!

É isso mesmo que você leu, pequeno, médio ou grande empresário: Rede Social não é uma vitrine da sua empresa. Como o próprio nome diz, rede Social, um lugar onde as pessoas se socializam, conversam e interagem entre elas. E, quando alguém interrompe essa eterna conversa, toda a interação se acaba.

Vou explicar o porquê.

Imagina na seguinte situação: você está em um bar com seus amigos. Vocês estão conversando, dando risada, estão se divertindo. Quando, de repente, chega na sua mesa um desconhecido oferecendo algo para você e seus amigos , totalmente fora de contexto, interrompendo o seu momento de diversão. É algo bem chato, não é mesmo?

É a mesma coisa quando alguma empresa chega oferecendo diversos produtos em uma rede social, interrompendo toda a interação dos demais usuários: corta todo o clima da conversa.

 

“Mas, então como eu consigo vender usando as redes sociais?”

Essa é a questão: você não vende nas redes sociais, você mostra como a sua empresa e os seus produtos/serviços podem ajudar os seus consumidores.

 

“Como assim? Não entendi.”

Quando uma pessoa está olhando o seu feed, ou interagindo com posts no Instagram, Facebook, Twitter, ou qualquer outra rede social, na maioria das vezes, ela não está procurando nem tem a intenção de comprar nada.

Mas, quando uma empresa mostra, em suas redes sociais, como seus produtos podem facilitar o dia-a-dia das pessoas, apresentado dicas de uso, em quais situações seu produto/serviço é melhor utilizado, novidades do mercado, entre outros conteúdos que informe e eduque o seu público, mais as pessoas se envolverão com a sua marca e estarão propensas a comprar de você.

 

“Então eu não posso postar, de jeito nenhum, nas páginas da minha empresa o que eu vendo?”

Não é proibido falar o que você vende nas redes sociais, pois se a sua empresa não comunicar o que ela vende, ninguém saberá que você tem a solução dos problemas do seu público. O ponto chave é a proporção do tipo do conteúdo postado nas redes sociais.

Vamos dizer que 80% do conteúdo das suas redes sociais deve ser destinado a conteúdos informativos e educacionais. A sua empresa mostrando conteúdos de como facilitar a vida das pessoas, conteúdos que mostram pessoas compartilhando a experiência dela consumindo os seus produtos. E os outros 20% do conteúdo, mostrando que a sua empresa tem a solução para os problemas que seus seguidores estão passando.

 

“Então se eu fizer isso, eu vou estourar de vendas?”

Isso vai depender do quão viral serão os conteúdos, mas não aposte todas as fichas nisso. Afinal, likes, comentários e compartilhamentos não pagam as contas da sua empresa. Invista também em anúncios pagos, pois além de alcançar muito mais pessoas interessadas no mercado que a sua empresa atua, você pode ser mais direto ao oferecer o seu produto/serviço.

 

Agora se você, pequeno, médio ou grande empresário, não bota fé que as redes sociais e conteúdos informativos e educacionais podem trazer vendas para o seu negócio, caia de cabeça no Google. Lá só tem usuários procurando tudo que você imagina. 😊

MLabs
Eduardo Nakamura Barros
Eduardo Nakamura Barros Seguir

5 anos trabalhando com gestão de negócios, planejamento estratégico, produção de conteúdo, estratégias e táticas de marketing digital, tráfego pago. Área de atuação com foco em construção de marcas e consultoria em marketing digital.

Ler conteúdo completo
Indicados para você