[ editar artigo]

Cavalo-Marinho X Coruja

Cavalo-Marinho X Coruja

Paulo, 32 anos, capricorniano de Goiânia, extrovertido, amigo, companheiro, divertido e parceiro. Adora seriados, momentos de lazer e estar com amigos, fazer graça - de boas -, festar, ficar de bobeira... Paulo se identifica com algumas simbologias relacionadas ao cavalo-marinho.

Paulo Alencastro Veiga (CPF), nome fantasia Pavê Comunicação, há 07 anos no mercado com atuação ampla e clientes em todo Brasil. Uma agência de marketing e comunicação focada em estratégias e planejamento personalizados para micro, pequenas e médias empresas, profissionais liberais e negócios independentes. A marca é representada por uma coruja.

Apresentam-se aqui duas relações que serão exploradas, a primeira com um cavalo-marinho e a segunda com uma coruja.

Atuar enquanto prestador de serviços na área de publicidade sendo um microempreendedor individual (MEI) é prazeroso, porém desafiador, e para que esta conexão seja de sucesso entender as diferenças entre um lado pessoal um lado profissional é fundamental. Aonde abrange esta divisão, neste exemplo, temos dois opostos: no dia a dia particular os lados família, amistoso, cuidador, sensível e companheiro do cavalo-marinho, referenciando algumas das características e personalidade da pessoa Paulo; Já na lida com negócios, no diálogo com os clientes, no relacionamento profissional e na persona da marca, cujo logo traz uma coruja, os traços evidentes  são a visão de longo alcance, a versatilidade, a envergadura, a competitividade, a observação, a análise, as táticas, a agilidade e as entregas lógicas.

Relacionadas as simbologias, e fazendo um comparativo com a vida real (tátil), evidentemente o pequeno peixe e a corajosa ave são de reinos diferentes, possuem comportamentos e habitats que não se relacionam diretamente, mas que de toda forma acabam por conviver em um universo um pouco mais amplo, sendo parte de um conjunto natural, a fauna. Essa metáfora também pode ser aplicada ao nível do marketing.

Retomando as simbologias aqui relacionadas, é possível notar como a diferença, e também a prática desta diferença, entre um cavalo-marinho (lado pessoal) e uma coruja (lado profissional) se tornam fundamentais na estruturação e organização de um negócio com formatação MEI, em prol da harmonia e evolução de ambos, pois ainda que estejam sintetizados em um mesmo corpo, seus atos e falas são diferentes. Ao estabelecer uma separação como esta fica mais simples entender qual deve ser de fato, por exemplo, o formato e papel do Paulo Profissional junto aos seus clientes e aquilo que faz parte do Paulo Pessoa e que não deve (idealmente) interferir no rumo empresarial. A identificação do que é personalidade e do que se refere à uma brand persona tem poder de delimitar ações, separar comportamentos e modos de atuar, ajudando a evidenciar o que efetivamente representa uma marca e apontando junto aos públicos e/ou clientes a visão que se deseja passar sobre um negócio.

Conclui-se que, mesmo que um "cavalo-marinho" e uma "coruja" sejam diferentes em quase todas suas características, ambos têm importância para o equilíbrio das partes, a pessoa física e a pessoa jurídica, interferindo positivamente na qualidade do todo. Estas representações (símbolos) de comportamentos, figuras e linguagem são acessórios que podem esclarecer o que é uma personalidade e o que se quer representar enquanto brand persona. Tal reflexão mostra ao microempreendedor individual a relevância de se separar o lado pessoal e profissional e um exemplo prático de como fazê-lo.

MLabs
Paulo Alencastro
Paulo Alencastro Seguir

Goianiense, 32 anos, capricorniano. Microempreendedor e publicitário, prático e romântico, objetivo e sonhador.

Ler conteúdo completo
Indicados para você